Fiscal sublinha as implicações futuras do projecto europeu LIFE ETAD na recuperação ambiental da bacia do rio Odiel (PO)

O vereador inaugura as instalações da estação experimental de tratamento de águas procedentes da actividade minera na Mina Concepción, em Huelva

O vereador do Meio Ambiente e Ordenação do Território, José Fiscal, sublinhou hoje, na Mina Concepción, localizada no término municipal de Almonaster la Real (Huelva), as implicações futuras que terão os resultados do projecto europeu LIFE-ETAD na recuperação ambiental da bacia do rio Odiel. O vereador esteve presente na inauguração da estação- piloto de tratamento desta iniciativa, que entra agora em fase de acompanhamento e avaliação dos resultados da depuração de águas procedentes das drenagens de ácidos de mina.

A Consejería de Medio Ambiente y Ordenación del Territorio está presente neste projecto através da Agencia de Medio Ambiente y Agua, entidade encarregue do projecto de construção desta estação. Por seu turno, a empresa Sacyr Construcción lidera a iniciativa e é o sócio responsável pela execução das obras, enquanto que a Universidade de Huelva contribui com conhecimento e investigação relativos ao sistema de depuração passivo que vai pela primeira vez ser experimentado neste projecto.

O projecto LIFE–ETAD é financiado pelo instrumento financeiro LIFE da União Europeia. Do orçamento global de 2,6 milhões do projecto LIFE, 49,9% procedem de fundos comunitários, sendo o restante patrocinado pelos sócios.

AS drenagens de ácidos de mina são águas que sofreram uma descida do seu PH para valores ácidos, e que se encontram em zonas onde houve actividade mineira. Dado que a bacia do rio Odiel alberga águas das mais contaminadas do mundo, a validação deste sistema de tratamento no local permitiria a exportação desta tecnologia para outros territórios com uma problemática idêntica, viabilizando ao mesmo tempo a actividade mineira numa perspectiva meio-ambiental.

A estação de Mina Concepción dispõe de vários tanques que contém um material reactivo que permite melhorar a qualidade das águas derramadas, desde que sujeitas a todo o circuito de depuração. O desenho dos equipamentos da instalação foi pensado para um funcionamento por meio de gravidade, evitando assim o consumo eléctrico nas instalações. O acompanhamento e avaliação dos resultados do processo de depuração permitirá determinar se este sistema é adequado para oferecer uma solução de baixo custo para as drenagens de ácidos de mina. Para além disso, segundo testes realizados durante a fase de estudo, o grau de depuração das águas é adequado à sua reutilização para regadio.

Fiscal destacou que o êxito do LIFE-ETAD suporia a aplicação real deste sistema de depuração desenvolvido pela Universidade de Huelva e o desenvolvimento por parte de cientistas andaluzes de uma tecnologia única no mundo. “Nos últimos anos têm-se vindo a dar passos importantes, tanto para a recuperação das bacias dos rios contaminados pela actividade mineira de outros tempos, como para garantir que, no futuro, a indústria mineira seja uma indústria sustentável e ambientalmente viável”, frisou. 

 

fiscal lifeetad tc

 

Fontte: Consejería de Medio Ambiente y Ordenación del Territorio

Prueba de mapa de imágenes sacyr uhu uhu

Proyecto LIFE | Redes sociais | Contact