Um vídeo conta a história mineira na província de Huelva e o projecto de depuração das águas afectadas por esta indústria

Esta iniciativa faz parte das actividades de difusão do projecto LIFE ETAD que conta com a participação da empresa Sacyr, UHU e AMAYA

Um vídeo em formato de mini-documentário conta o contexto e o percurso da indústria mineira na província de Huelva, a negra herança deixada ao rio Odiel pelos resíduos e a solução preconizada pelo projecto LIFE ETAD. O vídeo é parte integrante das actividades de difusão deste projecto europeu e está disponível no seguinte canal do Youtube: (https://youtu.be/nbC-z0qe1gQ).

O projecto LIFE ETAD promoveu a construção e activação de uma estação pioneira de tratamento de águas contaminadas provenientes de drenagens ácidas de mina. A estação, que já se encontra em funcionamento em Almonaster La Real, pretende testar uma tecnologia patenteada pela Universidade de Huelva (UHU) que permite a depuração das águas por meio do seu tratamento passivo com recurso a materiais reactivos. Além da UHU, também participam neste projecto a Agencia de Medio Ambiente y Agua (AMAYA) e a empresa Sacyr.

O vídeo corporativo com uma duração de 6 minutos e meio, foi realizado com a autorização da Agencia de Medio Ambiente y Agua, sócio responsável pelas acções de difusão do projecto. Este foi adjudicado à produtora Mettre, com um orçamento de 3.645 euros e um prazo de execução de dois meses. O trabalho audiovisual conta com numerosos recursos gráficos para contextualizar da melhor forma a problemática dos resíduos da indústria mineira, bem como a solução de tratamento passivo proposta. Assim, foram elaborados planos aéreos com recurso a drones, bem como fotografias animadas e gráficos interactivos em 3D. Da mesma forma, o trabalho audiovisual foi legendado em inglês para permitir a sua difusão mais ampla possível. Para a realização do registo de material histórico, a Agencia de Medio Ambiente y Agua solicitou a colaboração tanto do Museu Provincial de Huelva, sob a alçada da Conserjería de Cultura, Turismo y Deporte e do Museu Mineiro de Riotinto, coordenado pela Fundação com o mesmo nome. Em ambos os casos, foi disponibilizado um acervo valioso, que enriqueceu adequadamente este documentário, desde a exploração mineira levada a cabo por cartagineses e romanos até à companhia inglesa Rio Tinto Company Limited e o seu posterior abandono.

O vídeo recolhe também a participação de representantes dos três sócios do projecto, que explicam a sua participação nesta iniciativa, bem como a importância de dispor de um sistema de depuração de águas provenientes de drenagens de ácidos de minas, já que esta tecnologia é passível de ser usada noutros locais  do mundo que sofrem da mesma problemática que se vive em Huelva.

Este trabalho audiovisual pressupõe um dos principais elementos de difusão do trabalho que se tem vindo a realizar no âmbito do projecto LIFE ETAD e está disponível também na página de internet do projecto: http://www.life-etad.com/index.php/es/

O projecto LIFE ETAD

As drenagens ácidas de mina tratam-se de águas que sofrem uma descida do seu pH até atingirem valores ácidos e são detectáveis em locais onde teve lugar actividade mineira. Tendo em conta que a bacia do rio Odiel alberga águas das mais contaminadas do mundo, é um lugar óptimo para banco de ensaios. A Consejería de Medio Ambiente y Ordenación del Territorio está presente neste projecto por meio da Agencia de Medio Ambiente y Agua, entidade encarregue da planificação da estação. Por seu lado, a empresa Sacyr Construcción foi o sócio que assumiu a tarefa de execução das obras, enquanto que a Universidade de Huelva contribuiu com conhecimento e a investigação acerca do sistema de depuração passivo que se pretende validar com este projecto. O projecto Life ETAD é financiado pelo instrumento financeiro LIFE da União Europeia. Do orçamento global de 2,6 milhões do projecto LIFE, 49,9% procedem de fundos comunitários, sendo o restante patrocinado pelos sócios. Este projecto tem uma duração de quatro anos e estará vigente até Dezembro de 2017.

Fonte: Consejería de Medio Ambiente y Ordenación del Territorio

Prueba de mapa de imágenes sacyr uhu uhu

Proyecto LIFE | Redes sociais | Contact